Como as soluções de gestão podem apoiar a redução de gastos das pequenas empresas em tempos de crise

 

Fonte: Shutterstock

Alta de juros, dólar em disparada, índice de desemprego elevado e o país todo falando em crise. É justamente em cenários econômicos instáveis como esse, que é preciso reduzir gastos, principalmente as pequenas e médias empresas que empregam, de acordo com o último levantamento do Sebrae, cerca de 52% dos trabalhadores, representando 27% do Produto Interno Bruto (PIB).

 

Especialistas garantem que investir em inovações tecnológicas pode contribuir com a redução de gastos e ainda impulsionar o negócio. O fato é que há muito tempo a TI deixou de ser diferencial competitivo para as empresas. Cada vez mais integrada às demais áreas, a TI atua no suporte às ferramentas que vão apoiar o crescimento da organização, orientando e direcionando decisões para que a empresa consiga otimizar seus processos e ganhar produtividade e assertividade em suas estratégias.

Um sistema de gestão, por exemplo, tem condições de reunir todos os procedimentos administrativos, financeiros, comerciais, industriais e logísticos da empresa, facilitando as rotinas e contribuindo com a otimização do fluxo de informações para a tomada de decisões, principalmente em casos de redução de gastos. E isso vale também para as pequenas.

Hoje, muitas empresas têm clareza que investir em softwares gerenciais não só impulsiona os negócios, como também evita falhas e prejuízos. Com bons sistemas de gestão, as empresas podem integrar todas as atividades da sua cadeia de valor, incrementando as possibilidades de controle sobre os processos, integrando as operações internas, permitindo melhor controle do estoque, redução no tempo de atendimento de pedidos, produção e recebimento, além de ganhos de eficiência pela eliminação de operações realizadas manualmente.

Na ponta do lápis, uma pesquisa realizada pela Nucleus Research (Boston, MA) em 2014 mostra que cada R$ 1 investido em um ERP, o retorno é de até 700%. E as empresas que investem em ferramentas de gestão cresceram, em um período de cinco anos, no mínimo 36%. Este é o melhor estímulo para quem quer investir em novas tecnologias de gestão neste período de crise. Essa pode ser uma saída inteligente para quem quer atingir suas metas e ainda reduzir gastos. Afinal, é impossível pensar em crescer sem investir em tecnologia.

Conteúdo de autoria e responsabilidade da Jiva Gestão Empresarial.

 

jQuery(function($){ $('.navegacaoMobile .box.visita').remove(); });

Gire seu smartphone para visualizar o site