10 motivos para investir em um ERP

 

Fonte: Shutterstock

Muitas pequenas empresas ainda encaram a possibilidade de implantar um sistema de gestão como um investimento acima de suas possibilidades. Mas não é. Hoje o mercado conta com soluções de gestão que cabem nos orçamentos e, principalmente, nas necessidades de diversos setores da economia.

 

Além disso, é preciso tentar contabilizar os benefícios. Por exemplo, o tempo de execução excessivo em tarefas rotineiras é perda de dinheiro. Trabalhos manuais podem gerar retrabalho, fornecer dados inconsistentes, falta de organização ou de disponibilidade de mão de obra para execução.

Se estes motivos não bastam, aqui vai uma lista de dez boas razões para investir em um bom ERP:

1. Aquisição modular: não é necessário realizar a integração de todos os processos de negócio de uma única vez. A implantação pode começar pela automatização das áreas mais críticas, como a financeira, por exemplo. Conforme a necessidade ou verba disponível, as integrações planejadas, como áreas fiscal, compras, estoque, dentre outras, vão sendo inseridas no processo.

2. Menor tempo de execução dos processos gerenciais: administrar planilhas, arquivos soltos e papéis requer mais tempo e mão de obra, sem falar na dificuldade de acesso à informação. Com um ERP, os processos rotineiros são executados com mais agilidade, reduzem a quantidade de horas de trabalho e, consequentemente, a necessidade de mão de obra, além de evitar o retrabalho.

3. Centralização do controle: o ERP faz o papel de centralizar as informações de todos os processos e diferentes departamentos, mesmo que estas informações estejam em diferentes bancos de dados.

4. Visão ampla e geral da empresa: o ERP dá ao gestor uma visão geral da empresa em um único lugar, principalmente porque elimina as diversas planilhas de cada tarefa ou departamento. O sistema consegue mostrar prontamente as informações mais importantes para as tomadas de decisão e planejamento estratégico.

5. Fluidez nos processos de negócio: no processo manual, por exemplo, uma venda é lançada na planilha de cliente. Depois lança a baixa na planilha de controle de estoque e atualiza o saldo do estoque. Depois atualiza a planilha financeira, e assim por diante. O sistema ERP faz todas estas operações de forma automatizada e sincronizada, dando fluidez aos processos, eliminando falhas humanas e o desperdício de tempo, mão de obra e material.

6. Maior controle das vendas: no controle por planilhas, o orçamento é lançado, mas não é verificado se teve a confirmação do recebimento, se teve retorno, etc., o que leva ao esquecimento e, até mesmo, à perda da venda. No ERP existem mecanismos de verificação automática para que isso não aconteça. O sistema emite diariamente relatórios de propostas, sua situação atual e medidas que podem ser tomadas prontamente.

7. Evolução da gestão: com o ERP, a venda está automaticamente encadeada com a emissão da NF, a separação do produto e expedição, baixa no estoque, verificação do estoque mínimo, geração de uma ordem de compra e atualização do sistema financeiro para controlar os gastos e recebimentos. Isto permite controlar gastos, planejar as tarefas, controlar o cronograma e assim por diante.

8. Flexibilidade: a grande vantagem das pequenas empresas está na agilidade e flexibilidade de adequar-se às necessidades de mercado ou condições impostas pelos compradores. Bons ERPs permitem fazer as adequações necessárias para manter essa flexibilidade do negócio. Por outro lado, um software inadequado pode impedir totalmente o crescimento da empresa.

9. Possibilidade de pensar a longo prazo: o ERP é investimento a longo prazo. Como os fornecedores de ERP serão seus parceiros por muito tempo, eles têm experiência, estrutura e qualidade necessárias para dar suporte aos usuários durante todo o relacionamento entre as empresas.

10. Inovação tecnológica constante: para que o sistema não fique obsoleto e o investimento por parte dos clientes não seja perdido em curto prazo, os softwares são atualizados constantemente para acompanhar a evolução do mercado. Novas tecnologias e novos processos são necessários para promover a evolução das empresas.

Conteúdo de autoria e responsabilidade da Jiva Gestão Empresarial.

jQuery(function($){ $('.navegacaoMobile .box.visita').remove(); });

Gire seu smartphone para visualizar o site