Sua pequena empresa não gera lucro satisfatório? Sabemos os motivos

Todo final de mês, você, dono do negócio se depara com as seguinte questões: “minha empresa gerou algum lucro nesse período?” ou “obtive algum lucro ou foi um “mês ruim” para meu negócio?”.

Tocar sua empresa na base da intuição, pode trazer problemas de longo a médio prazo, já que sem a utilização de técnicas adequadas e análises mais detalhadas sobre as finanças, podem comprometer a determinação do lucro real de seu negócio.

Assim sendo, qual é a melhor forma de saber se o seu negócio está sendo lucrativo ou qual o motivo de sua empresa não estar lucrando?

Motivo número um: fluxo de caixa positivo não é indicador de lucro

Muitos acreditam que um fluxo de caixa positivo determina o lucro da empresa. No entanto, esse recurso apenas determina se o empresário pagou todas as despesas de seu negócio, sem esclarecer se houve ou não lucro no período. O fluxo de caixa também pode erroneamente orientar conclusões equivocadas, como no caso de precipitar-se que o negócio opera em prejuízo quando na verdade pode estar em um período de ascensão inicial.

Para certificar-se de que sua empresa está dando lucro ou prejuízo é preciso então avaliar o resultado do período em questão, ou seja, conhecer todos as informações financeiras da empresa em um determinado período (mês, trimestre, semestre ou ano).

Certifique-se das seguintes questões:

Houve um planejamento estratégico para as ações tomadas em minha empresa?
Há a separação de minhas contas bancárias como pessoa jurídica e física?
Os custos de meus produtos / serviços estão devidamente esclarecidos?
O preço de venda de meus produtos / serviços está competitivo e gera o retorno esperado?

Em um cálculo bem simplificado para determinação se sua empresa lucrou no período, faça a seguinte conta:

Margem de contribuição = Seu faturamento – Custos variáveis que teve no período
Resultado no período = Margem de contribuição calculada – Custos fixos para manter seu negócio

Levando em conta que:

Seu faturamento corresponde às vendas totais no período;
Custos variáveis são os custos da mercadoria vendida ou do serviço prestado;
Custos fixos são as despesas que existem para manutenção do seu negócio.

Se o resultado da conta for positivo, significa que sua empresa obteve lucro no período analisado, caso contrário, houve prejuízo.

Motivo número dois: quanto gasto periodicamente para manter meu negócio?

Desconhecer ou não ter organizado adequadamente as despesas de sua empresa é um fator determinante para não lucratividade de seu negócio.

Organize todas as suas despesas: além das despesas corriqueiras do dia-a-dia, como água, luz, internet etc., muitas vezes empresários deixam de calcular as despesas que são compartilhadas – é preciso determinar a melhor forma para rateio das despesas, dependendo dos recursos envolvidos.

Motivo número três: meus gastos não estão categorizados

É muito importante ao empresário, saber a diferença entre despesas fixas (aquelas que não dependem da quantidade de vendas realizadas, como o aluguel para empresa, a folha de pagamento dos funcionários, luz, água, etc.), e as despesas variáveis (que assim como o nome diz, variam de um mês para o outro, como custos com embalagem, frete, etc.), além de deixar muito bem esclarecido o que é um investimento e o que é um custo para o negócio.

Gastos categorizadosCategorizar corretamente os gastos de sua empresa ajuda, também, a tomar decisões e considerar se seu orçamento permite um investimentos para desenvolvimento do negócio.

Motivo quatro: faturamento positivo é garantia de dinheiro em caixa

Faturamento não é dinheiro no caixa (nem no bolso), já que não é garantia de recebimento no final do período. É muito importante precaver-se quanto a clientes inadimplentes, impostos e taxas que podem colaborar para “consumir” seus lucros e transformar suas vendas em prejuízos.

Tenha sempre organizada as informações relacionadas a impostos, custos de armazenamento, embalagem, frete etc., para determinar quais produtos e serviços trazem mais retorno financeiro ao seu negócio, segundo seu preço de venda, garantindo uma boa margem de retorno.

Motivo cinco: meu financeiro está registrado apenas em meus livros de caixa

A ausência de um processo que centraliza e organiza as informações financeiras da empresa para que elas sejam acessadas rapidamente e de forma precisa, é um fator que impacta negativamente a lucratividade do negócio.

Os setores de uma empresa precisam trocar informações de forma eficaz e corretamente para que suas tarefas sejam executadas de forma a não ocorrerem problemas que acarretem a queda da lucratividade da empresa em “efeito cascata”. É preciso por exemplo, que os setores de estoque/compras, compartilhem informações de compra, para que o setor financeiro consiga dar baixas no caixa adequadamente, registrando todas as informações necessárias para acompanhamento e balanço financeiro posterior.

A automação de processos em pequenas empresas possibilita descentralizar funções e fornecer informações para seus empregados e chefias. Os níveis de acesso e aprovação definidos por sua organização garantem o controle operacional e o gerenciamento pela área de administração de pessoal, com autonomia e flexibilidade para que se dinamize a execução das atividades, simplificando o acompanhamento, a avaliação e aprovação de solicitações internas ou de pedidos e vendas.

Outro grande benefício da automação de processos é a unificação de bancos de dados de todos os setores da empresa, (ex.: contabilidade, RH, estoque, vendas, etc.) em um sistema de informação comum, o que reduz o número de erros, evita falhas de comunicação e aumenta a velocidade de processamento de dados.

Basicamente, a automação de processos permite que empresas possam projetar, executar, observar, monitorar e melhorar constantemente os processos do negócio, o que contribui de forma significativa para solução dos cinco motivos para o problema de lucratividade de sua empresa.

Gostaria de saber mais como tornar possível a automação de processos em sua empresa?

Veja como podemos desmitificar isso pra você neste e-book: Automação de Processos para Pequenas Empresas

jQuery(function($){ $('.navegacaoMobile .box.visita').remove(); });

Gire seu smartphone para visualizar o site