10 razões para ter a gestão do conhecimento como aliada de seu negócio

Fonte: Shutterstock

Fenômenos como a globalização e a generalização do uso da tecnologia da informação são responsáveis pela reestruturação do ambiente e da vida das pessoas. É nesse contexto que a gestão do conhecimento – criação, identificação, integração, recuperação, compartilhamento e utilização do conhecimento dentro da empresa – se transformou em um valioso recurso estratégico.

Leia a seguir dez motivos pela qual a gestão do conhecimento é considerada uma importante aliada das estratégias de gestão empresarial.

01 – A gestão do conhecimento parte do pensamento de que todo o conhecimento existente nas organizações, na cabeça das pessoas, processos e departamentos, pertence também à organização.

02 – A ideia é fazer com que todos os colaboradores possam usufruir do conhecimento presente na organização. O objetivo é o compartilhamento de conhecimentos, aprendizagem e trabalho colaborativo.

03 – Arquiteturas abertas são capazes de aprender, evoluir, cooperar e competir sobre modelos que trocam e captam do meio, transformando e devolvendo, a partir de seus próprios valores. A tecnologia é somente o meio para tornar isso mais eficaz. A gestão do conhecimento gerencia todos esses elementos como uma estratégia.

04 – O conhecimento passa a ser um ativo da empresa, portanto, motivar, recompensar e reter as pessoas que têm conhecimento é um foco das empresas bem sucedidas. Com a adoção desse conceito, um dos principais benefícios é o melhor aproveitamento do conhecimento já existente na empresa.

05 – A gestão do conhecimento é um valioso recurso estratégico para a vida das pessoas e das empresas, que a médio e longo prazo colherão frutos. A agilidade e rapidez, por exemplo, passam a ser uma característica das empresas que a adotam.

06 – Trata-se de uma mudança de comportamento para agregar valor. O seu “segredo” está nas pessoas, sendo, portanto, uma forma de criação de valor.

07 – Para que todos os colaboradores entendam a sua necessidade, a gestão de conhecimento deve passar a fazer parte da cultura da organização. O sucesso e os benefícios da sua implementação, em qualquer tipo de organização, só são possíveis se a cultura organizacional for positiva em relação à geração, partilha, socialização e transferência de conhecimento.

08 – Para adotar e obter resultados da gestão de conhecimento é preciso desenhar estratégias de implantação e estar consciente que não se trata de uma moda nem uma ferramenta de gestão, mas sim uma filosofia organizacional.

09  – O alinhamento estratégico de um projeto de gestão do conhecimento deve potencializar os objetivos de médio e longo prazo da organização, permitindo aferir resultados diretos e indiretos, tangíveis e intangíveis. Para a maximização do resultado, projetos que se iniciem por áreas com impacto mais relevante e abrangente na organização devem ser priorizados em função da melhor relação custo–benefício.

10 – Por fim, vale lembrar que a gestão do conhecimento é, sobretudo, um exercício de reflexão. O conhecimento é uma informação que muda algo ou alguém, provocando uma ação que torna um indivíduo ou uma instituição mais eficiente.

Conteúdo de autoria e responsabilidade da Jiva Gestão Empresarial.

Gire seu smartphone para visualizar o site