10 dicas para as pequenas empresas crescerem na crise

Fonte: Shutterstock

Em um momento como este, em que passamos por uma grande crise política e econômica no país, mais do que nunca planejamento e organização são qualidades fundamentais que um gestor precisa ter para buscar alternativas, superar as dificuldades e até mesmo ampliar os seus negócios.

Veja a seguir 10 dicas para pequenas empresas crescerem mesmo num cenário de crise.

01 – Identifique e corte gastos não relevantes. Em momentos de recessão, ter um olhar apurado sobre os custos e possuir uma operação enxuta é essencial. Identifique gastos que podem ser eliminados sem que isso cause impactos no dia a dia das pessoas e na receita do negócio.

02 – Procure evitar desperdícios e organize melhor o tempo da equipe para obter o máximo de produtividade. Também vale a pena fazer uma boa análise na lista de fornecedores para identificar oportunidades de renegociação.

03 – O empreendedor deve fazer o máximo de esforço para encontrar formas de incrementar a receita. Reinvista o valor economizado em ações que impulsionem suas vendas. Outra boa estratégia é investir em campanhas para incentivar os funcionários. Uma equipe mais motivada terá maior capacidade de encontrar oportunidades mesmo em um cenário negativo.

04 – Seja bastante transparente com sua equipe quanto às suas expectativas e a importância de cada profissional. Quanto mais as pessoas souberem o que é esperado delas, melhor será seu trabalho. Utilize o diálogo para motivar a equipe, reconhecer acertos e corrigir os erros, sempre buscando o crescimento.

05 – Fique atento ao fluxo de caixa. Saber com exatidão quais os recursos que entram e que saem do caixa é fundamental para que qualquer negócio possa ser bem gerenciado. E em cenários de crise, esse cuidado com as finanças se torna indispensável.

06 – Analise os fluxos de contas a pagar e receber e busque negociar os prazos dos pagamentos aos fornecedores. Para um controle melhor, invista em um sistema para gestão financeira, caso ainda não use nenhum. Uma ferramenta especializada ajuda a visualizar as movimentações financeiras e facilita e muito a vida dos gestores.

07 – Uma dica importante que sempre fazemos questão de lembrar: ferramentas de TI e sistemas de gestão empresarial, por si só, não resolvem todos os problemas. Eles devem, necessariamente, ser acompanhados de uma

Gire seu smartphone para visualizar o site