Tudo que pequenos empreendedores precisam saber sobre notas fiscais

11/jul/2017 - JIVA GESTÃO EMPRESARIAL

Não se preocupe: não é só você que tem dores de cabeça com a emissão de notas fiscais. Elas costumam ser motivo de preocupação de muitos empreendedores, tanto dos novatos quanto dos mais experientes. Afinal, no meio de tanta coisa para fazer quando se administra um pequeno negócio, os aspectos burocráticos costumam ficar em segundo plano.

Mas essa é uma tarefa da qual não se pode fugir, porque erros nesse processo podem prejudicar a saúde do seu negócio. Por isso, antes de começar a emitir notas fiscais, é importante saber mais sobre o que elas são, e é isso que vamos mostrar nesse post.

Abaixo, preparamos um compilado com as principais informações que pequenos empreendedores devem saber sobre notas fiscais:

O que é nota fiscal?

A nota fiscal é um documento criado para registrar e formalizar as operações que envolvem venda de produtos e prestação de serviços oferecidos pelas empresas. Com ela, o governo verifica se a organização cumpriu as normas, a empresa comprova que paga os tributos e o consumidor tem um registro da compra realizada.

Desde 2005, a legislação autoriza a emissão da nota fiscal eletrônica (NF-e), emitida e armazenada digitalmente. Com essa modernização, o contribuinte tem menos gastos com papel, além de mais praticidade na emissão, na organização e no envio dos documentos.

Quais são os tipos de nota fiscal?

As notas fiscais são classificadas em tipos diferentes de acordo com a atividade exercida pela empresa. É preciso que você entenda essas classificações para garantir que o modelo utilizado pela sua empresa é o que atende às exigências da sua atividade, evitando problemas fiscais.

São mais de 30 tipos de nota fiscal, mas vamos nos ater às três principais:

  • Nota Fiscal Avulsa: deve ser utilizada em situações nas quais ocorrem venda ou revenda de um ou mais produtos. É utilizada também para circulação de itens.
  • Nota Fiscal de Venda ao Consumidor: deve ser utilizada em situações nas quais ocorrem venda direta de produtos.
  • Nota Fiscal de Prestação de Serviços: deve ser utilizada em situações nas quais há a prestação de serviço de uma empresa para outra.

O que é DANFe e arquivo XML?

Algumas pessoas acreditam que DANFe é o mesmo que nota fiscal eletrônica. Mas os dois são documentos diferentes. A DANFe é o Documento Auxiliar de Nota Fiscal Eletrônica, ou seja, a representação gráfica da NF-e.

Ela serve para as situações em que não é possível apresentar os dados da NF-e. Por exemplo, um motorista, ao fazer uma entrega, precisa de um documento. Então, ele leva a DANFe, que não precisa ser guardada porque não tem valor fiscal.

Já o XML é o arquivo que armazena todas as informações da nota fiscal, inclusive as assinaturas eletrônicas. Ele é obtido a partir de um emissor gratuito oferecido pela Secretaria da Fazenda. O armazenamento do arquivo XML é necessário, ao contrário da DANFe. Ele precisa ser guardado por pelo menos cinco anos.

A emissão da nota fiscal é mais do que uma maneira de comprovar o pagamento dos tributos. Ela garante à empresa uma imagem de credibilidade no mercado. Então, por menor que seja o seu negócio, não abra mão de dar a ele um aspecto profissional. Para te auxiliar a emitir notas fiscais de maneira descomplicada, preparamos esse infográfico com 4 passos.

 

Baixar infográfico agora: “Emissão de Notas Fiscais em 4 Passos”

Gire seu smartphone para visualizar o site