Saiba como melhorar de uma vez por todas o processo de entregas da sua empresa

18/set/2017 - JIVA GESTÃO EMPRESARIAL

Quando se trata do segmento atacado-distribuidor, um dos processos mais importantes é a logística de distribuição. A entrega de mercadorias é, definitivamente, o cartão de visitas do empreendedor desse segmento: é o que faz o cliente lembrar da empresa.

Por isso, é muito importante manter esse processo funcionando da melhor maneira possível. Ter uma boa logística de distribuição, além de contribuir para que você mantenha uma boa imagem da sua empresa no mercado, também contribui para a redução de custos, melhor desempenho do negócio, aumento de lucratividade e, ainda, a possibilidade de se destacar competitivamente frente aos seus concorrentes.

Separamos nesse post as principais dicas para que você melhore de uma vez por todas o processo de entregas de mercadorias da sua empresa! Aqui, você vai encontrar:

Quais são as principais etapas da logística de distribuição

Conferência das mercadorias

A conferência das mercadorias é a primeira etapa da logística de distribuição. Ela deve ser realizada quando as mercadorias chegam na sua empresa e no momento em que elas saem para o cliente.

Conferir os produtos recebidos e os produtos distribuídos se torna uma atividade mais fácil com a ferramentas que leem os códigos de barras. Dessa forma, é possível evitar erros na conferência e, consequentemente, as temidas devoluções, que geram tanto prejuízo.

Portanto, o ideal é que a empresa conte com uma conferência bem feita para não gerar prejuízos nem para você nem para o seu cliente. Afinal, quando um produto perecível é devolvido, por exemplo, o prazo de validade continua correndo e a chance de perder a mercadoria é muito maior.

Roteirização de entregas

Você que atua no segmento atacado-distribuidor sabe que as entregas representam um alto custo para a empresa, não é verdade? É exatamente por isso que elas precisam ser bem planejadas. Do contrário, a empresa pode acabar tendo grandes prejuízos simplesmente por falta de organização.

Para fazer esse planejamento, o primeiro passo é considerar o melhor aproveitamento de recursos de transporte. A roteirização de entregas é a maneira ideal de realizar o maior número de entregas usando a menor quantidade de recursos possível.

Existem roteirizadores inteligentes que atuam indicando as melhores rotas para o motorista responsável pela entrega. Essas ferramentas identificam as rotas com menor tempo, menor distância e melhor qualidade. Assim, é possível economizar não apenas em combustível, mas também em manutenção do veículo de transporte.

Gestão da distribuição

Para acompanhar melhor o andamento das entregas da sua empresa, antes de tudo, é preciso informação sobre elas. Ou seja, para o segmento atacado-distribuidor, a gestão do processo de distribuição precisa estar baseada em dados que permitam tomar as decisões mais acertadas.

Quais são esses dados? São informações como a estrutura necessária para o transporte, se os veículos serão próprios ou terceirizados e quais são os custos de cada entrega. Elas são essenciais para a eficiência dos processos logísticos e são elas que permitem uma boa gestão de todo o processo de distribuição.

Para essa etapa, há também ferramentas para auxílio, que permitem o controle e acerto das entregas, entre outras informações que tornam a distribuição das mercadorias mais fácil e eficiente.

Monitoramento e análise de indicadores

Você tem meios para medir o desempenho dos processos de negócio da sua empresa? Os indicadores de desempenho logístico são indispensáveis para o alcance das metas das empresas do segmento atacado-distribuidor. No processo de distribuição, os principais indicadores são: tempo em trânsito, quilômetros rodados, pontualidade das entregas e devoluções.

Com base nesses indicadores, é possível medir e tomar as devidas providências para que sua logística funcione de forma correta e rápida.

Quais são os principais desafios das empresas em relação à distribuição das mercadorias

Pequenos atacados-distribuidores têm dificuldades em comum. Não pense que os problemas que existem na sua empresa são exclusivos. Para te tranquilizar (e mostrar que é possível solucioná-los), listamos aqui os 4 principais desafios enfrentados pelas empresas quando o assunto é logística de distribuição:

  1. Separação e expedição: emissão de mapas de entrega com detalhes dos pedidos.
  2. Acertos de distribuição: conferência de quantas mercadorias foram efetivamente entregues, devolvidas, avariadas etc..
  3. Formação de carga: vinculação dos pedidos de vendas às ordens de carga com todas as informações necessárias (região, veículo, motorista responsável etc.).
  4. Acerto financeiro: controle dos acertos por ordem de carga após o retorno do veículo.

Por que é importante melhorar os processos de entrega da sua empresa

O primeiro motivo que justifica a otimização dos processos de entrega é a resolução de todos esses principais desafios enfrentados pelo segmento atacado-distribuidor. Mas, para que a logística de distribuição seja eficiente, é preciso que todos os processos estejam funcionando bem. As mercadorias devem estar na quantidade certa, no momento certo e no lugar certo.

É fundamental considerar que atrasos nas entregas significam uma experiência negativa para o cliente, o que pode resultar em perda de venda e prejuízo para a reputação da marca. Realizando a logística de distribuição de maneira correta, é possível ainda garantir operações mais rentáveis e lucrativas.

Portanto, conseguir esses resultados demanda um planejamento detalhado, estruturado e que tenha como objetivo principal a satisfação do cliente.

Quais são as melhores maneiras de otimizar os processos de logística de distribuição

Falamos muito sobre a importância de melhorar os processos de logística de distribuição e também do planejamento para alcançar melhores resultados. Mas quais são as maneiras mais eficientes de otimizar esses processos?

Levantamos aqui as 9 principais dicas para que a sua empresa garanta processos otimizados:

Analise a atual situação da empresa

Para planejar mudanças que garantam processos otimizados, o primeiro passo é entender como está a empresa hoje. É fundamental que você e a sua equipe analisem o funcionamento e o desempenho da sua empresa, procurando identificar problemas e gargalos logísticos. Dessa forma, o seu negócio estará preparado para definir os próximos passos para a otimização.

Faça um bom planejamento

Enfim, chegamos ao planejamento. Com base no estudo realizado e com as informações de problemas em mãos, você pode projetar os objetivos da empresa. Quais desafios o negócio precisa resolver? Você tem os recursos necessários para resolvê-los ou precisa providenciar algo? O planejamento precisa envolver todos os processos, desde o recebimento do produto até o pós-venda, buscando soluções para todas as etapas.

Integre todas as equipes e processos do negócio

A empresa ganha muito ao ter todos os processos integrados. Afinal, uma etapa depende da outra para que o todo seja eficiente. Então, nada melhor do que enxergar todas as partes de uma maneira global. Por isso, integre as suas equipes para mantê-las bem informadas sobre todos os outros setores e se beneficiar ao máximo com maior produtividade e equilíbrio entre oferta e demanda.

Capacite a equipe

A capacitação dos funcionários é uma etapa importantíssima para a otimização do processo de logística da distribuição. Eles precisam estar cientes das funções de cada um. Mas, para isso, é preciso contar com a expertise dos gestores do negócio, que devem ser os responsáveis por direcionar essa capacitação para cada perfil de colaborador.

Fortaleça parcerias eficientes

Conte com bons parceiros e fornecedores para o seu negócio. A comunicação com os esses parceiros deve funcionar perfeitamente bem. Do contrário, a empresa pode ter o desempenho comprometido. Portanto, atente-se para a total integração da empresa com esses parceiros e também para o alinhamento das informações. É importante que funcionários e fornecedores falem uma língua só, ou seja, que ambos consigam se comunicar eficientemente de acordo com os objetivos da empresa.

Crie um mapa de distribuição

Para auxiliar o processo de entrega e criar rotas mais inteligentes, é importante criar um mapa de distribuição. Nele, você deve registrar a localização de cada um dos pedidos, a data, o nome do cliente, o volume e o valor da venda, o prazo de entrega e a distância percorrida. Portanto, esse mapa precisa ser atualizado constantemente de acordo com cada etapa da entrega.

Faça previsão de demanda

A previsão de demanda é um recurso que permite evitar problemas. Ao prever a demanda futura, a empresa consegue fugir de situações de prejuízo, de desperdício e de falta de produtos. Ela deve ser feita com base no histórico de pedidos do negócio. De uma forma simples, calcule uma média de venda dos últimos meses, considerando a flutuação do mercado e possíveis sazonalidades, para determinar qual é a previsão de demanda da empresa. Mas, caso tenha a possibilidade de investir em pesquisas mais aprofundadas para chegar a uma boa previsão de demanda, não hesite em fazê-la.

Monitore o desempenho da empresa

É necessário que hajam metas a serem atingidas. Dessa forma, ao colocar o planejamento em prática, é preciso mensurar os resultados da equipe. A principal maneira de fazer isso é por meio de indicadores de desempenho (ou KPIs, Key Performance Indicators) e você deve analisar aqueles que se ajustem às necessidades e aos objetivos da empresa. Para a distribuição, é importante uma boa visibilidade dos processos e do monitoramento da carga. Esses dados são essenciais para a tomada de decisões, já que direcionam as melhorias que precisam ser feitas no negócio.

Invista em um sistema de gestão

O processo de logística de distribuição tem a possibilidade de ser aprimorado com a implantação de um sistema de gestão, que permite automatizar todos os registros. Dessa forma, as atividades como compras, gestão de estoque, vendas e entregas tornam-se mais precisas e as chances de erros diminuem drasticamente. Com um bom software, é possível integrar informações, criar mapas de distribuição que visem à economia de combustível e rotas mais curtas, analisar os indicadores de desempenho da empresa, além de muitas outras facilidades.

Conclusão

Gostou das dicas para otimizar a logística de distribuição da sua empresa? Esperamos que essas informações tenham sido relevantes para que você promova mudanças positivas no seu negócio.

E pra te auxiliar a escolher o sistema de gestão que atenda as demandas da sua empresa, sugerimos que você leia o e-book “Tudo que você precisa saber para escolher um ERP”.

Baixar e-book agora: “Tudo que você precisa saber para escolher um ERP”

Gire seu smartphone para visualizar o site