4 razões para NÃO investir no primeiro ERP que aparecer

11/jul/2017 - JIVA GESTÃO EMPRESARIAL

Você sabe que tem muitos motivos para investir em um ERP, certo? Mas, sendo dono de uma pequena empresa, é preciso tomar um cuidado especial ao definir qual será o sistema de gestão do seu negócio. Infelizmente, muitos ERPs não são flexíveis o suficiente para se adequarem à realidade de pequenas empresas.

O resultado disso é que muitos pequenos empreendedores ficam frustrados por escolherem o ERP inadequado para seu negócio. Nesse post, listamos 4 motivos para você não investir no primeiro ERP que aparecer quando for pesquisar sobre o assunto:

1. Os ERPs tradicionais são pouco flexíveis

Um dos maiores problemas que pequenos empreendedores encontram ao implantar um ERP em seu negócio é descobrir que a solução é pouco flexível e que sua empresa deve adequar-se a ela, e não o inverso. Isso resulta em processos penosos de implantação, que tomam muito tempo e que exigem mudanças extremas na gestão de processos e até mesmo na própria cultura da empresa.

Além disso, a maioria dos ERPs possui funções padronizadas que, devido ao tamanho do seu negócio, nunca serão usadas. Portanto, muitas vezes, ao implantar um ERP tradicional em uma pequena empresa, você acaba pagando por processos que não vai usar em vez de optar apenas por módulos e funcionalidades que são realmente necessários para o seu negócio.

2. Os fornecedores de ERPs tradicionais não oferecem capacitação focada em pequenas empresas

Pequenos negócios precisam de uma capacitação especializada. Isso porque os funcionários das PMEs nem sempre têm o conhecimento necessário de alguns conceitos básicos de gestão, como capital de giro, fluxo de caixa e indicadores-chave.

O ERP ideal para pequenos negócios precisa oferecer uma capacitação que ensine os colaboradores a usarem a ferramenta, mas, principalmente, que dê à equipe o conhecimento necessário para lidar diariamente com conceitos de gestão, usando-os a favor da evolução do negócio. Investir em um ERP tradicional, que não leve em consideração essas necessidades de pequenas empresas, é sinônimo de fracasso e desperdício de dinheiro.

3. Os ERPs tradicionais não oferecem consultoria pós-venda

Talvez a maior frustração do pequeno empreendedor que optou por um ERP tradicional seja o fato de que ele não oferece consultoria pós-venda. Isso quer dizer que, após a implantação do sistema, você provavelmente acabará contratando uma consultoria para acompanhar a evolução de sua gestão e apontar novas soluções que acompanhem o crescimento de sua empresa.

Por isso, antes de optar por um ERP, é preciso saber que o projeto não termina na implantação do software. O ideal é buscar por um ERP que ofereça acompanhamento de evolução gradativa após a implantação, isso é, que caminhe junto com a empresa, observando os novos problemas e oportunidades que surgirem em seu negócio e indicando novas soluções.

4. Os ERPs tradicionais não são especializados em pequenas empresas

ERPs tradicionais geralmente têm uma ampla base de clientes, com empresas de todos os portes. Isso significa que elas não são especializadas em pequenos negócios. Ou seja, essa solução, assim como o atendimento, os preços e o acompanhamento, podem não ser aplicáveis à realidade de uma pequena empresa, que tem necessidades muito distintas. O sistema de gestão ideal para pequenas empresas é aquele que tem expertise nesse porte de negócio.

Por isso, é preciso investir em um ERP especializado em pequenas empresas e que seja capaz compreender os desafios diários envolvidos na gestão desses negócios, bem como os principais problemas enfrentados em cada segmento.

A Jiva é uma empresa que oferece soluções de gestão especificamente para pequenas empresas. No mercado há mais de 10 anos, possui consultores que lidam diariamente com demandas próprias de pequenas empresas e um banco de dados que levanta os principais desafios de seus clientes, o que permite que compreenda as reais necessidades dos pequenos negócios para ofertar as melhores soluções para atendê-los.

Mais que um ERP, a Jiva é uma parceira de pequenos negócios, que busca promover de maneira gradativa a evolução de suas gestões. Para saber mais sobre o jeito Jiva de trabalhar, leia esse artigo.
Ler artigo agora: “Jiva: mais que um ERP, uma parceira de pequenos negócios”

Gire seu smartphone para visualizar o site